Site ou loja virtual: qual é o melhor para a minha empresa?

Equipe BDMGEquipe BDMG - 26 de Maio de 2021.

Se você é empreendedor, certamente já se perguntou qual é a melhor opção para garantir sua presença online: site ou loja virtual? No post de hoje, o BDMG Orienta explicará as principais diferenças entre as opções, para você mesmo decidir qual aplicar em seu negócio seguindo, também, as orientações da LGPD. Boa leitura!

Quando falamos em presença online, estamos falando de quanto sua empresa está disponível e pode ser encontrada na internet. Já quando citamos o termo vendas online, falamos das vendas que podem acontecer através de uma plataforma de e-commerce (comércio eletrônico), website e até mesmo redes sociais (como falamos aqui nesse post).

O site de sua empresa é um espaço que deve informar para os usuários o que sua empresa faz, mostrar os produtos ou serviços, contar a história de seu empreendimento e falar sobre novidades e lançamentos. Os sites não precisam e não devem ser carregados de informações. Lembre-se de colocar apenas aquilo que realmente é importante para o seu possível cliente ou consumidor.

Quando falamos de site, é importante que você disponibilize informações de contato, como telefones, número de celular (de preferência aquele utilizado em comunicadores como WhatsApp ou Telegram) e endereço. Essas informações também precisam estar disponíveis para os clientes conforme a Lei Geral de Proteção de Dados - LGPD, pois garantem que esse possa estabelecer contato direto com sua empresa.

Uma dica importante na hora de criar seu site é considerar comprar um domínio personalizado para sua empresa. O investimento é baixo e seu negócio passará mais segurança e seriedade para quem acessá-lo.

Alguns dos provedores que comercializam estes domínios personalizados também oferecem o serviço de hospedagem. Este serviço garante que o site de seu negócio esteja no ar. Estes mesmos provedores permitem ainda que você crie seu site sem precisar de uma grande expertise para isso: basta usar a opção ‘Construtor de Website’ e com alguns cliques seu empreendimento estará na web.

Ao construir seu site e / ou loja virtual, considere, também, as regras estabelecidas pela LGPD em relação à coleta e tratamento de dados dos usuários.
Segundo a lei, você precisa garantir que todos os dados estejam seguros e que seu cliente saiba exatamente como sua empresa utilizará as suas informações pessoais coletadas.

 

Saiba mais sobre a LGPD para micro e pequenas empresas. Clique no botão abaixo e confira um material completo sobre o assunto.

Quero saber mais sobre a LGPD!

 

Quando falamos de uma loja online, ela normalmente está disponibilizada dentro de um website, mas isto não é obrigatório. Você pode optar por criar diretamente o seu e-commerce em uma plataforma do tipo marketplace em grandes sites varejistas ou ainda uma terceira opção que são as lojas virtuais e detalharemos mais adiante. Independente do modelo escolhido, o mais importante é que o seu cliente tenha facilidade para encontrar seus produtos e finalizar sua compra com agilidade e segurança.

Uma loja online eficaz precisa ter fotos de boa qualidade de cada produto, descrições sobre os itens e também suas dimensões. Seu cliente deve ter a sensação de estar bem informado sobre aquilo que está comprando.

Seguindo a mesma tendência do ‘Construtor de Website’ que citamos acima, existem plataformas digitais que permitem que você mesmo crie a sua loja, sem a necessidade de um profissional especializado.

Além da ajuda com o design, as cores e logotipo, por exemplo, estas plataformas disponibilizam ferramentas para recebimentos online (cartões de crédito e boletos bancários), cadastro dos compradores (que, posteriormente, pode servir para o envio de e-mail marketing) e cálculo de custos com fretes e postagens nos correios.

Utilizar um construtor de loja virtual é uma maneira fácil e econômica de você lançar sua loja na internet sem a necessidade de grandes investimentos.

Vale ressaltar que, com as novas políticas aplicadas pela LGPD, sua empresa deve garantir que os dados dos clientes sejam coletados e tratados somente com seu prévio consentimento e autorização. É preciso, também, lembrar que existem regras específicas relacionadas a campanhas de marketing e, por esse motivo, você precisa manter atenção às novidades da lei.

Lembre-se de manter os dados de contato bem visíveis em sua loja, pois seus possíveis clientes podem ter dúvidas; falar com você ou seu estabelecimento é a melhor maneira para que uma venda seja realizada.

Você gostou deste artigo? Precisa adequar seu site ou loja virtual à LGPD? Acesse nosso conteúdo completo sobre o assunto e saiba como.

pronampe-cadastro-2021

Já fez uma simulação de empréstimo?

Assine a Newsletter.

Posts relacionados

Comentários