Produtos sazonais: conheça estratégias para faturar mais o ano inteiro.

Equipe BDMGEquipe BDMG - 13 de Dezembro de 2019.

Você provavelmente já parou para pensar como sorveterias ou lojas de artigos natalinos sobrevivem o ano todo. Especialmente se estiver avaliando a oportunidade de empreender nessa categoria.

A realidade é que em alguns meses, as vendas explodem; em outros, despencam. Isso não é exatamente sinal de instabilidade, devido à demanda baixa ou alta. Esse fenômeno, chamado de sazonalidade, acontece em vários tipos de empresas e, ainda assim, podemos dizer que vale a pena investir em negócios desse tipo.

No entanto, você vai precisar de certo jogo de cintura e de forte planejamento. Isso vale para muitas categorias: repelente, protetor solar, sopa, ovo de páscoa e até mesmo bacalhau. Franquias também entram nesse grupo, como as de paletas mexicanas, por exemplo.

Para os donos de negócios como você que operam com base em datas específicas do ano, o principal desafio é saber como manter a saúde financeira do negócio, ou seja, como faturar o ano inteiro com produtos sazonais. Por isso, nós, do BDMG Orienta, estamos aqui para lhe ajudar.

Mas antes, o que é sazonalidade?

A palavra “sazonal” é um adjetivo que se refere a algo que é temporário, ou seja, que acontece em um momento específico.

Ela é utilizada para se referir também a produtos que são produzidos em uma determinada época do ano, sejam eles alimentos ou bens materiais e também para outras coisas, tal como festas ou eventos que acontecem durante dias ou meses específicos.

Estratégias para vender produtos sazonais.

Vamos ajudá-lo a entender como os negócios de produtos sazonais se mantêm em funcionamento durante o ano todo. Vamos lá?

Em primeiro lugar: tenha um planejamento.

Como em todo negócio, existe, sim, um risco ao criar uma empresa com produtos sazonais. Mas qualquer problema tem mais chances de ser evitado por meio de planejamento. Isso significa se preparar para ter faturamento suficiente no mês mais agitado a fim de sustentar a empresa quando as vendas estiverem em baixa.

Para isso, é preciso ter muita organização financeira e controlar bem o fluxo de caixa. Nós temos um post sobre planejamento financeiro para empresas. Se quiser mais detalhes, acesse aqui.

Se você está pensando em abrir uma franquia, é interessante que receba capacitação da própria empresa que a oferece; além disso, eles podem lhe ajudar também na hora de definir o capital que você precisa investir nesse novo passo.

Avalie bem os preços de seus produtos.

Veja algumas dicas que o ajudam a utilizar os preços a seu favor:

  • Conheça o comportamento dos seus produtos e quais sofrem mais variação de vendas;
  • Se for possível prever a sazonalidade, programe os preços para que eles sejam condizentes com a demanda.
  • Nem toda sazonalidade é previsível; por isso, fique de olho na variação de safra dos produtos ou em outros problemas que possam pegá-lo de surpresa.
  • Faça sempre o benchmarking (comparação) dos preços concorrentes.
  • Se seu negócio já existe há algum tempo, avalie o histórico de padrões de preço para se preparar para os próximos períodos.

Enxugue suas despesas.

Outra estratégia importante para vender produtos sazonais com sucesso tem a ver com as despesas. Procure operar de forma mais enxuta nos períodos em que as vendas diminuem. Gerencie bem as despesas fixas e o controle de estoque.

No entanto, tenha equilíbrio antes de tomar qualquer decisão. Demitir um funcionário ocioso nem sempre é boa ideia, por exemplo. Afinal, o período mais agitado vai chegar uma hora ou outra.

Escolha bem o seu ponto de venda.

Em alguns casos, o ponto de venda influencia diretamente na variação de vendas de produtos sazonais. A escolha de locais estratégicos favorece as vendas. Um bom exemplo são os shopping centers que oferecem a opção de lojas do tipo stand de vendas, onde há grande circulação de pessoas e bom potencial de consumo.

Diversifique a oferta de produtos.

É interessante adicionar ao seu mix de produtos, itens que possam ser vendidos o ano inteiro. Assim, você atrai mais clientes interessados em novidades. Entretanto, é preciso tomar um pouco de cuidado: não fuja totalmente da proposta do seu negócio para não descaracterizá-lo.

Veja alguns exemplos:

  • Lojas de decoração de Natal podem vender embalagens de presente ou cartões com temas variados;
  • Sorveterias podem vender opções do produto no inverno, como o “sorvete de forno”. Também pode oferecer outros doces, como petit gateau e chocolate quente.

Construa um bom relacionamento com seus fornecedores.

Seja cauteloso ao planejar o estoque e demonstre como a parceria com o seu fornecedor pode ser duradoura. Assim, você evita problemas com mercadorias quando as vendas diminuírem.

Além disso, planejando bem, você pode solicitar preços mais competitivos, mesmo quando a quantidade for menor. Isso é bom para a sua empresa e para o seu fornecedor.

Crie promoções e divulgue em canais variados.

Esta é uma ação bem comum entre empreendedores de produtos sazonais. Realize promoções com o intuito de trazer mais clientes para o seu negócio em períodos pouco movimentados. Academias de ginástica, por exemplo, costumam lançar desafios para agitar os clientes em épocas de frio, em que o comparecimento diminui.

Visando divulgar essas ações, aproveite os diversos canais, especialmente aqueles que demandam investimentos menores – um reforço em sua estratégia de redes sociais seja uma boa. No caso de produtos, vale também expandir os canais de venda para aumentar as chances de sucesso.

A sazonalidade também tem vantagens.

Você sabia que produtos sazonais também podem ter um reforço? Isso acontece principalmente com estabelecimentos da área de alimentação. Durante alguns meses, certos alimentos entram em alta de temporada, o que significa ter melhores preços e também estabilidade na saúde financeira do negócio.

Em julho, por exemplo, é hora de comprar laranja baía, mexerica, atemoia, couve, brócolis, amendoim e mandioquinha. Se você possui um restaurante, que tal investir em itens da época no cardápio?

Invista no seu fluxo de caixa

Seja qual for o seu negócio, ter um plano é sempre uma iniciativa inteligente, dessa forma, é possível se planejar para o futuro. Além disso, é importante ter um fluxo de caixa organizado para se proteger das épocas turbulentas de vendas.

Quer saber como o BDMG pode apoiar sua empresa? Faça uma simulação:

Nova call to action

Já fez uma simulação de empréstimo?

Assine a Newsletter.

Posts relacionados

Comentários