Prazo de carência em financiamentos: como ele pode beneficiar sua empresa?

Equipe BDMGEquipe BDMG - 21 de Fevereiro de 2019.

O capital de giro é o motor que impulsiona todo empreendimento.


Muitos empresários vão em busca desse recurso apenas quando precisam resolver algum problema de caixa momentâneo ou quando a empresa passa por situações extremas, como o endividamento.


Porém, para garantir o sucesso do seu negócio, é importante ter em mente que o crédito para capital de giro é uma ferramenta de crescimento e que pode ajudar no funcionamento de todas as operações da sua empresa. Por exemplo, para realizar uma reforma, fazer a reposição do estoque ou, até mesmo, comprar máquinas e equipamentos.


No entanto, antes de iniciar a jornada na procura de um banco que apresente a melhor linha de financiamento para capital de giro, é necessário que todo empreendedor realize um planejamento e um controle financeiro bem estruturado para o pagamento desse investimento.


Quando não há um plano adequado, os riscos operacionais e as dívidas da sua empresa aumentam, e podem comprometer a saúde financeira do negócio ou, até mesmo, causar sua falência.


Dentre os conceitos que você precisa conhecer para tomar uma boa decisão, um deles é fundamental para entender e comparar as diferentes condições que os bancos irão oferecer para a sua empresa: o prazo de carência.


O que é prazo de carência?


A carência é um período de tempo dentro do prazo total do financiamento que sua empresa não precisa efetuar o pagamento de nenhuma parcela ou, em certos casos, pagar apenas os encargos financeiros, como os juros.


Ao contrário do que acontece na carência dos planos de saúde, — que o cliente realiza o pagamento da mensalidade, porém ainda não pode utilizar os serviços clínicos — o prazo de carência dos financiamentos é o tempo que sua empresa possui até começar a pagar as parcelas acordadas. Geralmente, esse período é de 3 ou 6 meses no início do contrato, dependendo da instituição financeira.


Embora alguns empreendedores não percebam sua importância, o prazo de carência é uma grande oportunidade para preparar sua empresa e realizar o pagamento do financiamento sem contratempos.


Por isso, existem dois pontos fundamentais que você precisa ficar atento quando for buscar um financiamento com prazo de carência:


Prepare sua empresa antes e durante o período de carência:


Antes de buscar um financiamento, você deve sempre ter em mente qual será o propósito do crédito e como ele será utilizado dentro da sua empresa.

 

Aqui você encontra um conteúdo exclusivo com as 10 formas de usar o crédito a favor do crescimento da sua empresa!


Assim, é possível direcionar seus esforços para corrigir gargalos e falhas em atividades relevantes do seu negócio, e deixar tudo em ordem para a chegada do investimento.
Além disso, após sua proposta de crédito ser aprovada com carência, é importante que você otimize todos os gastos desnecessários da sua empresa e provisione seus recursos financeiros, essencialmente, para o pagamento do financiamento empresarial.


Provisionar significa reconhecer uma obrigação esperada que resultará na saída de dinheiro do seu negócio. Com esse provisionamento, você pode diminuir o impacto no fluxo de caixa da sua empresa e ter fôlego para administrar melhor suas finanças, priorizando aquelas que contribuem para o crescimento do negócio.


Se você ainda não possui uma cultura de redução de custos no seu negócio, é hora de implantar, pois toda empresa opera com uma equação básica: o lucro é o resultado de sua receita menos os seus gastos. Portanto, menos gastos significa um lucro maior.


Escolha o prazo de carência mais adequado:


Nesse momento, é fundamental você entender a diferença entre escolher um período de carência muito longo ou curto demais.


Ao escolher um prazo de carência longo, o valor das parcelas de seu financiamento será maior e, portanto, você precisará de um alto investimento para realizar o pagamento do financiamento nos meses restantes.


Por outro lado, ao escolher um prazo de carência curto, o valor das parcelas de seu financiamento será menor e você precisará de um baixo investimento para pagar mensalmente as parcelas restantes, porém começará a pagá-las mais rápido.


Faça uma simulação online e veja como funciona essa relação dos meses de carência.


É importante que você crie uma projeção de vendas dos meses para tentar equilibrar essa decisão entre um prazo de carência longo ou curto. Faça a seguinte pergunta: quais são os melhores meses de faturamento da minha empresa?


Com essa pergunta você poderá guiar sua escolha e decidir qual a quantidade ideal de meses para a carência e também decidir sobre qual o melhor momento para realizar a busca de um financiamento empresarial. Pois, ao saber quando ocorre o pico de vendas na sua empresa, você poderá programar os meses de carência nesse período e provisionar os recursos financeiros com o objetivo de pagar o financiamento.


É recomendável buscar um prazo de carência mais longo quando seu fluxo de caixa está apertado e comprometido com dívidas de curto prazo. No entanto, um prazo de carência curto é vantajoso quando sua empresa está tendo um crescimento gradual e você tem condições de realizar o pagamento logo nos primeiros meses do financiamento.

Em certos casos, se o período de carência acabar e você não conseguir o dinheiro para o pagamento, é possível renegociar um prazo maior com sua instituição financeira. Por isso, não deixe de investir na sua empresa e aproveite o fôlego que o prazo de carência permite para o seu negócio se preparar rumo ao crescimento.

Nova call to action

Já fez uma simulação de empréstimo?

Assine a Newsletter.

Posts relacionados

Comentários