Gestão financeira: como evitar “calotes”?

Equipe BDMGEquipe BDMG - 7 de Julho de 2021.

Não foi só em relação à saúde que pudemos observar, no último ano, as complicações relacionadas à pandemia do novo coronavírus. Com os impactos econômicos da crise global, a renda de muitas famílias diminuiu consideravelmente e muitas dessas não conseguiram recursos suficientes para o pagamento de suas dívidas.

Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em abril deste ano (2021), 67,5% das famílias brasileiras apresentam dificuldades em pagar suas dívidas e entram no endividamento. Por esses e outros motivos, cresce nos empreendedores a desconfiança e o medo do famoso “calote”, o não pagamento por seus produtos ou serviços.

gestao-financeira-calote

Nesse artigo, vamos te apresentar algumas dicas para evitar a inadimplência e ter um pouco mais de segurança em relação ao pagamento de seus clientes. Prepare-se e boa leitura!

Crie um cadastro de seus clientes

Criar um cadastro de clientes, além de permitir que você tenha um banco de dados para análise de perfil de consumo e utilização em campanhas de marketing - seguindo as recomendações da LGPD, é claro -, é uma maneira de se precaver em relação ao endividamento. Peça documentos como RG, CPF, comprovante de endereço, entre outros; e confira sua procedência e veracidade.

Faça uma análise de crédito

Solicitar uma análise de crédito junto a empresas ou entidades de proteção ao crédito como o SPC, Serasa, associações empresariais ou mesmo na internet é uma prática comum e os clientes estão cientes disso. Além de ser comum, são ótimas formas de fugir do endividamento e evitar calotes.

Avalie os limites de crédito

Oferecer logo no primeiro contato limites de crédito muito altos não é uma boa ideia. O ideal é estabelecer um relacionamento com o cliente e, conforme esse relacionamento amadureça, aumentar o crédito. Isso pode te ajudar a evitar o calote e ajudar o próprio cliente a não entrar no endividamento.

experiencia-clienteContratos são essenciais

Se o seu negócio vende ou presta serviço para outras empresas, é essencial estabelecer um contrato com garantias e aval de terceiros (fiadores). Dessa forma fica mais fácil buscar seus direitos e acionar o cliente quando necessário, garantindo o pagamento pelo serviço prestado ou produto vendido.

Pagamentos em cartão são mais confiáveis

Mesmo que tenham um certo custo financeiro, os pagamentos por cartão continuam sendo as melhores opções de garantia de recebimento. Seja por débito ou crédito, caso o cliente não cumpra com suas obrigações de pagamento, você receberá o valor acertado na compra e a dívida do cliente será com a administradora do cartão.

Deixe os métodos de pagamento bem claros aos clientes

Muitas vezes, contas recém-abertas são mais propensas à inadimplência. Para evitar calotes, você pode, por lei, recusar pagamentos por cheque ou outros métodos, desde que deixe as informações bem claras para os clientes em cartazes visíveis.

nota-fiscal

Sempre emita a Nota Fiscal!

A emissão da nota fiscal é indispensável para todos os produtos e serviços vendidos. Quando você não emite a nota fiscal, além de cometer um crime fiscal, você fica sem amparo algum caso precise acionar o cliente em casos de endividamento.

Agora que você já conhece algumas dicas para evitar calote e a inadimplência dos consumidores, que tal fazer uma simulação de crédito para implementar em seu negócio recursos que possam te ajudar a enfrentar essa dificuldade?

Com o crédito empresarial do BDMG, você tem, além do capital de giro necessário para que sua empresa possa continuar crescendo, os recursos necessários para otimizar e modernizar sua empresa.

bdmg-pronampe-cadastro-2021

Já fez uma simulação de empréstimo?

Assine a Newsletter.

Posts relacionados

Comentários