Empreendedorismo Feminino: veja como a Sollar Shopping reverteu o cenário de queda nas vendas

Equipe BDMGEquipe BDMG - 19 de Novembro de 2018.

Atualmente, a liderança feminina tem ganhado cada vez mais força no mercado brasileiro, pois muitas mulheres têm aumentado sua representatividade em cargos executivos e estão sendo exemplos de gestão e inovação.

No Dia Internacional da Mulher, não poderíamos deixar de destacar a importância das mulheres para o desenvolvimento das empresas, tanto em Minas Gerais, como no Brasil.

Quando analisamos as taxas de empreendedorismo, segundo dados do Global Entrepreneurship Monitor (GEM) de 2017 em parceria com o SEBRAE, é possível observar que grande parte dos novos empreendedores que surgem são mulheres (20,7%).

Além disso, considerando o total de empresários, as mulheres já representam cerca de 35% do mercado brasileiro, uma porcentagem maior do que nos Estados Unidos (31%).

Ainda assim, o caminho para o sucesso dessas empreendedoras é repleto de desafios, pois, como afirma Pollyana Marques, dona da Sollar Shopping, “o homem, perante o comércio, passa mais credibilidade”.

O shopping, localizado em Uberaba/MG, tem 18 anos e foi aberto pelo seu pai, engenheiro que, na época, viu boas oportunidades no setor de lazer e investiu na venda de aquecedores solares, piscinas, banheiras e saunas.

solar-shopping

Entretanto, como normalmente os primeiros meses do ano são complicados para esse segmento, Pollyana enfrentou uma queda brusca nas vendas e precisou de um financiamento para capital de giro para fechar as contas e não ficar no vermelho.

Apesar da Sollar Shopping ter passado por momentos turbulentos, Pollyana se manteve firme e foi em busca de crédito com taxas e prazos diferenciados no mercado. Em um primeiro momento, ela contou com um financiamento apenas para capital de giro, mas também conseguiu ampliar e reformar todo o espaço da Sollar Shopping.

Pollyana vê o financiamento como uma oportunidade de investimento na sua empresa e, por isso, dá um conselho para as empreendedoras que precisam buscar crédito no mercado:

“Financiamentos precisam ser bem planejados, esse é meu conselho. E, dessa última vez, foi bem fácil, o processo do BDMG foi praticamente todo online.”

Por isso, para apoiar as micro e pequenas empresas controladas por mulheres e incentivar o surgimento de novas empreendedoras, como a Pollyana, o BDMG disponibiliza uma linha de crédito específica, chamada Empreendedoras de Minas.

Pollyana confirma que essa linha de crédito cumpre com o seu objetivo: “Nós, mulheres, temos sempre muito medo. Ações desse tipo fazem com que tenhamos mais coragem. No caso, parece que a instituição está afirmando ter confiança na mulher e, por isso, temos mais coragem para, por exemplo, ter nosso negócio, assumir um financiamento”.

Você também pode usar nosso simulador para solicitar seu crédito dentro do Empreendedoras de Minas. Solicite agora!

Nova call to action

Assine a Newsletter.

Posts relacionados

Comentários