E agora? Como realizar o pagamento do 13º salário?

Equipe BDMGEquipe BDMG - 9 de Novembro de 2018.

Todo empreendedor sabe dos desafios de manter as contas e o pagamento dos seus funcionários em dia. E no fim do ano, isso é ainda mais importante, pois nem todos possuem os recursos para pagar o décimo terceiro salário dos seus funcionários.

Para auxiliar você nesse planejamento, há algumas dicas e possíveis alternativas que você pode seguir para efetuar o pagamento do 13º salário nas datas certas, sem comprometer o seu fluxo de caixa com decisões precipitadas.

Mas, antes de considerar essas alternativas, vamos entender o que é o 13º salário e como calculá-lo.

O que é 13º salário e como calcular?

O décimo terceiro salário nada mais é do que um pagamento que compensa o colaborador pelas semanas trabalhadas não contabilizadas ao longo do ano, visto que alguns meses do ano tem quatro semanas e outros cinco.

Este pagamento pode ser feito em duas parcelas:

  • A primeira delas, chamada de adiantamento, corresponde à metade da remuneração do mês anterior ao mês de recebimento, e não sofre descontos. Deve ser paga entre o mês de fevereiro e o dia 30 de novembro.
  • A segunda parcela equivale ao salário bruto do mês de dezembro, com os descontos do adiantamento da primeira parcela, do INSS e do Imposto de Renda (IR). Deve ser paga até o dia 20 de Dezembro.

Para mais informações sobre o cálculo do 13º e os descontos presentes, acesse esse link, vai ajudar!

Como diminuir o impacto do 13º salário no fluxo de caixa?

Um negócio dificilmente sobrevive e se mantêm financeiramente saudável se não tiver um planejamento adequado.

Por isso, é imprescindível que você faça um bom controle sobre o seu fluxo de caixa e registre todas as entradas e saídas da empresa. Esse levantamento permite que você não sofra com maiores problemas para quitar os débitos com os funcionários.

Para diminuir o impacto do décimo terceiro salário no seu fluxo de caixa é recomendado que você realize um provisionamento mensal dos recursos financeiros. Mas, o que isso significa?

Provisionar significa reconhecer uma obrigação esperada que resultará na saída de dinheiro do negócio.

Por exemplo, imagine que sua empresa no mês de janeiro decidiu investir na aquisição de máquinas e equipamentos e essa compra ocorrerá no mês de março.

Para se organizar e realizar esse investimento, as provisões com relação ao desembolso de dinheiro precisam ser feitas antecipadamente no mês de janeiro, pois assim, você diminuirá o impacto no caixa da sua empresa.

Com um provisionamento financeiro é possível deixar sua empresa preparada para acontecimentos que você tem certeza que ocorrerão no futuro, como o exemplo citado acima.

Um bom caminho para seguir e conseguir efetuar a provisão do décimo terceiro salário é aproveitar os momentos de maior lucro da empresa, ou seja, os ‘picos de vendas’.

Geralmente, há alguns períodos sazonais no decorrer do ano em que o negócio lucra mais. Assim, é ideal que o empreendedor aproveite essa oportunidade e direcione o dinheiro para o 13º salário dos colaboradores.

É comum, também, ocorrer no final do ano as férias de alguns colaboradores. Então, o provisionamento se torna ainda mais importante à medida em que o impacto pode ser maior, pois terão custos trabalhistas relacionados tanto ao décimo terceiro, quanto ao pagamento de férias.

Mas não provisionei. E agora?

Se você precisa pagar o 13º e não tem dinheiro em caixa, existem duas opções possíveis: uma legal e outra operacional.

No aspecto legal, existem algumas multas administrativas previstas, que podem transformar o acerto dos compromissos em uma perigosa bola de neve. Caso não seja feito o pagamento, além das sanções legais, o maior impacto ocorre na gestão de pessoas, pois, certamente, terá efeitos significativos no engajamento e na motivação de seus colaboradores.

No aspecto operacional, você pode buscar um financiamento empresarial para realizar esse pagamento. Existem linhas de crédito específicas no mercado para essa finalidade . Dentre elas, você pode contar com o BDMG como uma opção para obter crédito e dar um reforço no caixa da sua empresa.

Para conseguir esse recurso extra, a maioria dos empreendedores utiliza produtos de crédito comuns, como o cheque especial e cartão corporativo que, no entanto, possuem os mais altos juros do mercado.

O BDMG, além de possuir as melhores condições, se compromete com o desenvolvimento das empresas mineiras e, por isso, atende a toda e qualquer micro e pequena empresa, em todas as regiões, a partir de 6 meses de funcionamento.

Aposte no crescimento da sua empresa e mantenha as obrigações em dia. Realize uma Simulação Online para o financiamento de 13º salário e conheça nossas condições.

Nova call to action

Já fez uma simulação de empréstimo?

Assine a Newsletter.

Posts relacionados

Comentários