Dicas para vender online no Dia das Mães em tempos de Coronovírus

Equipe BDMGEquipe BDMG - 6 de Maio de 2020.

Você sabia que o Dia das Mães é a segunda data que mais movimenta o comércio brasileiro, perdendo apenas para o Natal? Porém, as comemorações de 2020 serão afetadas em razão da pandemia do novo Coronavírus. 

Mas as suas vendas estão prejudicadas? Segundo pesquisa divulgada pelo portal Pequenas Empresas Grandes Negócios, 85% dos filhos pretendem presentear suas mães no domingo, dia 10 de maio e desse, a maioria (82%) considera comprar os presentes de forma online. Em 2019, o e-commerce brasileiro faturou R$ 2,2 bilhões no Dia das Mães, a expectativa é que esse número cresça ainda mais neste ano. Viu a oportunidade?

Não perca essa data comemorativa tão importante para o seu negócio! Veja cinco dicas para vender online no Dia das Mães!

 

Apoie-se em grandes portais de e-commerce

Utilize sites de e-commerce, como OLX e Mercado Livre, para te ajudar a vender online. Exponha seus produtos e siga as recomendações desses players para a entrega, logística e forma de pagamento. Iniciar a operação elaborando seu próprio e-commerce pode ser muito arriscado, além do alto investimento.  

 

Faça um catálogo online

Para criar um catálogo online, você pode realizá-lo em ferramentas de criação de texto (o próprio Microsoft Word) e salvá-lo no arquivo no formato PDF. No catálogo, não se esqueça de inserir a descrição dos seus produtos com informações essenciais de acordo com o nicho, como tamanhos, voltagens, instalações, prazo de validade, entre outros. Ah, e não se esqueça de inserir seus meios de contato, certa vez que o seu catálogo pode circular em alguns grupos, sendo super importante ter o seu telefone e/ou email. 

 

Divulgue as suas vendas através das Redes Sociais

Não basta publicar apenas em suas Redes Sociais. Peça para amigos próximos e parentes que te auxiliem nas divulgações. Outro meio importante são os grupos de bairros e municípios existentes principalmente no Facebook. Antes da divulgação, veja se há alguma regra que impeça a divulgação. Já no Instagram, não deixe de utilizar hashtags sobre o produto e mencione a cidade ou região próxima a você.

 

Tire boas fotos dos seus produtos

Uma foto vale mais que mil palavras? Não sabemos ao certo, mas que uma boa imagem de produtos vendidos via online dão mais segurança e credibilidade para quem está comprando, não é mesmo? Por isso, uma boa câmera (mesmo de celular) é importante para o registro. Tente tirar ao menos três fotos em ângulos em cada produto. Veja como está o fundo, opte por um fundo branco (para isso, a dica é utilizar papel sulfite) e equilibre a luz através dos editores gratuitos de imagens, disponíveis na Apple Store ou no Google Play. Para facilitar na edição, no momento do registro da imagem, tenha três focos de luz (centro, direita e esquerda), que podem ser com lanternas, abajoures ou até mesmo outros celulares. 

 

Escreva adequadamente o título e descrição dos seus produtos

Seja no catálogo online ou na loja virtual, a escrita precisa seguir algumas recomendações. Coloque-se no lugar de quem está buscando o produto na internet e pense nos termos que serão procurados. Poucas pessoas buscam adjetivos desnecessários, como “linda caneca” ou “emocionante arranjo de flores”. No título, escreva de forma direta, como “caneca dia das mães” ou “arranjo de 30 flores vermelhas e brancas”. Na descrição, use com moderação os adjetivos e especifique o tamanho, altura, profundidade e peso.  

 

Não se esqueça de registrar os contatos de seus clientes para divulgar futuras promoções, principalmente em datas comemorativas. E lembre-se também de fazer o manejo dos produtos sempre de máscara e luvas enquanto estivermos em quarentena por conta do novo Coronavírus! 

Dúvidas? Escreva para nós nos comentários!

Já fez uma simulação de empréstimo?

Assine a Newsletter.

Posts relacionados

Comentários