Crédito para o setor de turismo: saiba como o HZ Hotel usou um financiamento para crescer

Equipe BDMGEquipe BDMG - 25 de Março de 2019.

Seja a negócios ou a lazer, viajar serve como uma fonte de inspiração para muitas pessoas e, diante disso, um dos principais desafios dos empreendedores que atuam neste ramo é satisfazer às necessidades de cada hóspede, oferecendo a melhor experiência possível.


Atualmente, o segmento de hotelaria vive uma intensa expansão, principalmente, devido ao crescimento do setor turístico. De acordo com informações do Observatório do Turismo de Minas Gerais, o número de hóspedes em 2017 teve um aumento de 9,94% em comparação ao ano anterior, representando cerca de 1,81 milhões de turistas no estado de Minas Gerais.

Mas esse não é o único dado interessante. De acordo com a pesquisa feita pela JLL’s Hotels & Hospitality Group em 2018, os segmentos que apresentaram o maior avanço na demanda por hotéis foram: Negócios (54,8%), Lazer (18,4%) e Eventos (11,1%).


Nesse mercado competitivo, a necessidade de inovação é constante, sobretudo com a entrada de serviços como o Airbnb. Para se destacar entre os demais, o hotel deve considerar o ambiente externo, as alterações que ocorrem no mercado e as oportunidades que surgem a cada dia.


Foi com esse pensamento empreendedor e aproveitando as oportunidades que surgiram, que o Gilson Borges decidiu fundar em março de 1998, juntamente com seu irmão Giovani, o HZ Hotel em Pato de Minas/MG. Sua família sempre teve tradição no comércio varejista, e isso foi o pontapé para identificar uma carência no segmento de hotelaria e desenvolver o projeto do hotel na cidade.


Borges conta que, na época, para que as obras do hotel fossem finalizadas com sucesso, precisaram recorrer ao financiamento do BDMG, pois tornou-se inviável prosseguir com recursos próprios.


“Alguns conhecidos nos indicaram a instituição. As taxas e os prazos realmente foram diferenciais.”


Borges ainda ressalta que, com o primeiro financiamento, foi possível realizar a inauguração do Hotel sem nenhum contratempo. Mas o investimento no HZ Hotel não parou por aí.


A busca pelo segundo financiamento também foi de grande importância para movimentar o capital de giro do hotel, uma vez que as operações da empresa estavam em pleno crescimento e precisavam dar continuidade à todas as atividades. Com isso, vários contratos foram feitos visando a melhoria dos processos da empresa.


Graças à sua experiência na procura por crédito no mercado financeiro, Borges dá um conselho valioso aos empreendedores que também estão em busca de um financiamento empresarial:


“Se a empresa realmente necessita do recurso, o financiamento é uma ótima opção. É preciso sempre muito planejamento: pesquisar bastante sobre as instituições financeiras e sobre as condições das linhas de crédito; e organizar-se internamente para garantir que realmente se tenha condição de pagar até o final.”


Crédito para negócios do mercado de turismo


Quando o assunto é o mercado hoteleiro, Borges afirma que é necessário estar sempre atento às mudanças e inovações que acontecem nesse segmento, pois “quem entrou nesse setor recentemente, deve ter consciência clara desses aspectos para que não tenha surpresas desagradáveis no futuro.”


Ele ainda completa: “O próprio estilo do consumidor está diferente. É preciso então que o hotel seja criativo e busque conhecer novas tendências, com - obviamente - ferramentas para vender online. Mas, de forma geral, hotéis são muito importantes para a cadeia do turismo, ajudando na promoção dos destinos, e no estímulo à circulação de pessoas e à realização de eventos. Com bons profissionais e sorriso no rosto, vamos levando bem.”


Se sua empresa pertence ao setor de turismo e precisa de apoio financeiro para investir e crescer, conte com o BDMG.


O FUNGETUR é uma linha de crédito específica para o setor e destina recursos para máquinas, equipamentos, móveis, utensílios, enxovais, veículos e outros bens utilizados para atividades turísticas, mediante a comprovação do investimento. Além de ter um período de carência maior e um prazo mais longo para o pagamento, o FUNGETUR se torna ainda mais vantajoso por ter uma taxa de juros aproximada de 0,69% ao mês (INPC + 5% a.a.).


Planeje sua viagem rumo ao crescimento e não deixe de investir na sua empresa!

Saiba mais sobre o Fungetur

Assine a Newsletter.

Posts relacionados

Comentários